sábado, 15 de outubro de 2011

Professores de Marituba podem comemorar?

Hoje, 15 de Outubro de 2011, mais uma vez, se comemora o dia dos Professores, um dia que é  comemorado todos os anos, quase sempre, da mesma forma, cheio de promessas e mensagens de felicitações, mas regionalizando mais o assunto, será que os Mestres Maris tem algo a comemorar, tanto os da Rede Estadual, quanto os da Rede Municipal???


Vejamos: Baixos salários, condições precárias das estruturas físicas das escolas, gestões temerárias, Um Governador, que chama os professores de arruaceiros, que mente para a classe, e que descumpre a Lei, ao se recusar pagar o Piso Salarial Nacional, alem de não aplicar o PCCR, aprovado durante o Governo de Ana Júlia, fora, que esse mesmo Governador, simplesmente não momeia os Concursados, e simplesmente nunca fez Concurso para os cargos de Ensino Religioso, Educação Especial e Educação Indígena, e deixa uma defasagem de cerca de 300 vagas na área de Espanhol, sem contar a violência nas escolas, turmas lotadas e etc, etc, etc e etc. Isso tudo, são presentinhos de onça, que o Governo do Estado dá para os Professores.

No município de Marituba a situação não é tão diferente, os contratos, que regem cerca de 90 % das Cadeiras de Professores da Rede Municipal, simplesmente são moeda de torca política, o Abono do FUNDEB é pago de forma aleatória e sem nenhum tipo de Controle, o SINTEPP, está nas mãos de uma família, e não tem força política para atuar contra os desmandos da Gestão Municipal, e virou apenas palco para o PSOL, as Gestões escolares, estão nas mãos de pessoas ligadas aos vereadores locais, e algumas sem nenhum tipo de preparo.
Portanto caros Professores de Marituba, acho que neste dia, a classe não tem muita coisa a se comemorar, e sim, muita coisa a se conquistar! 

AVALIAÇÃO

4 comentários:

  1. É caro blogueiro, acontece que funcionário contratado se transforma em em fantoche eleitoreiro, e com nosso professores municipais não é diferente, alem de serem mal remunerado ainda recebem sempre atrasado, e sobre o FUNDEB nem entendo nem concordo com a distribuição de dinheiro, não que os professores não mereça, também gostaria de saber como foram gastos os mais de 25mi que a prefeitura recebeu só do FUNDEB, pra melhorar uma escola sempre tem recursos escassos impossibilitando algo além de pintura, mas pra circuito de motocross, e olhe que sou apaixonado por moto mas vamos combinar, aquilo foi uma tortura aos pilotos, anunciam inicio para as 10:00 e a prova começa por volta de 15:30, enquanto havia isopor, com dizer "SEMED", servindo a uma meia duzia de pessoas os pilotos não tinhão sequer água da torneira, e es tratava de uma competição com categoria infantil, a ambulância que ora uma hora o Arlem, "a força jovem de Marituba, mandava colocar de um lado outrora de outro, na hora em que foi preciso sumiu, evaporou, sei lá o que aconteceu com ela, mas lá ela não estava. Agora vá um professor tentar promover uma feira de ciência municipal pra ver se vai receber igual apoio, se ao menos será ouvido, por outro lado já não vejo em que a greve ajuda o professor hoje, só vejo ela marginalizando a classe, as aulas nunca são repostas e no fim quem sai prejudicado é a sociedade de modo geral, pois os prof's nunca recebem o que querem, os alunos, que muitas vezes serão os professores de amanhã, não recebem as aulas que deveriam, estimulando ainda mais a evasão e suas consequências.

    ResponderExcluir
  2. pura verdade, temos até coordenadora de escola sem a formação mínima exigida pelo MEC. e será candidata a vereadora. pode???????????????

    ResponderExcluir
  3. já esta rolando o comentario q o prefeito de Marituba; não vai pagar o novo piso dos professores ese mes de fevereiro..ele ñ respeita nen léi federal imagine os professores....

    ResponderExcluir
  4. Vc acha que este safado vai deixar de roubar para pagar o que deve aos professores?

    ResponderExcluir