quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

PRESIDENTE DO PPL ACUSA PREFEITO BERTOLDO COUTO DE “CALOTEIRO” SEGUNDO A PROFESSORA O PREFEITO DEVE A ELA MAIS DE R$ 6.000,00.

Professora Lôri Santos, atual presidente do Partido Pátria Livre de Marituba acusa o Prefeito de Marituba de lhe dever mais de R$ 6.000,00, referente ao período em que foi funcionária da prefeitura (01/01/2009 a 30/06/2009).
De acordo com a professora e presidente partidária, durante esse período ela foi lotada como professora da Escola Paulo Freire, no C. Beija Flor, e tinha uma carga horária de 180H, mas nunca viu um centavo dessas 180H, que multiplicados por 06 meses dão mais de R$ 6.000,00 em valores atualizados.
“Eu tenho documentos, pontos assinados, contra cheque a até um pedido formal assinado pelo Chefe de Gabinete Beidson Couto solicitando o meu pagamento, mas a Secretária de Administração da época a tal da Luana Couto falou na minha cara que nunca iria me pagar, ela me ofendeu e me assediou moralmente, entrei com vários recursos e nada, uma vez cheguei a falar com o Atual Secretário de Administração ‘um tal de DR. Evaldo, um magrinho careca e ele chegou a se insinuar para mim, dizendo que só tinha direito no governo deles aqueles que prestassem algum tipo de favor ao prefeito ou ao seus assessores, me fiz de desentendida e me retirei da sala dele.”
De acordo com a Professora, essa é uma prática comum, funcionários são demitidos no final do mês não recebem seus proventos, referente ao mês que foi trabalhado, e alguns, chegam a trabalhar mais de três meses de forma gratuita, ainda segundo a professora há até assédio sexual a professoras e funcionárias demitidas, que para retornarem ao emprego tem que se submeter a favores sexuais, o famoso “Teste do Sofá.”
“É um governo da pedofilia, das drogas, tudo o que não presta tem ali naquela prefeitura, essa tal de Luana fuma dentro da sala dela, na cara das pessoas”, afirma a professora Lôri Santos, segundo ela todos os documentos que comprovam que ela tem direito a receber foram dados entrada na prefeitura e hoje, quase 03 anos depois nunca recebeu resposta desses recursos.
Esperamos que o próximo prefeito (a) seja probo e tenha responsabilidade com suas dividas e com o funcionalismo público, afirma a professora Lori Santos.
O Portal se disponibiliza a denunciar qualquer caso semelhante de funcionários que tenham sido demitidos e não tenham recebidos seus proventos. A prefeitura por sua vez pode se manifestar aqui através do Portal dando sua versão dos fatos. Estamos de olho.

AVALIAÇÃO

8 comentários:

  1. Eaconheira Luana ja devia estar presa a muito tempo não tem condições morais, intelectuais e muito menos emocionais para ser secretaria de nada, ao inves de passar por varias secretarias sempre negociando sexo por favores em beneficio do chefe da quadrilha. É uma criminosa e tem que pagar pelo que fez.

    ResponderExcluir
  2. Pow muito sério! Professora a sr tem toda razão de esta revoltada tenha força na sua luta. Com esta postagem muitas outras funcionarias vão relatar os mesmos abusos e desmandos. Parabéns pala corajem

    ResponderExcluir
  3. Minha solidariedade professora é impressionante a inversão de valores que ocorre em nosso municipio enquanto que trabalha não recebe tem muito parente do BC ladrão ganhando sem fazer nada ou para usar drogas e desfilar de carro importado. Vamos denunciar ao minstério público e policia federal, alguem tem que fazer alguma coisa.

    ResponderExcluir
  4. Tambem já fui distrada por esta meretriz viciada em maconha quando ocupava a secretaria de administração, qualquer um pode notar que além de despreparada e grosseira só tem ocupado estes cargos por ser interessante ao seu tio BC ladrão em função das negociatas que realizou com os vereadores e ultimamente com fornecedores e prestadores de serviços à secretaria de saúde. è muita falta de responsabilidade colocar uma pessoa viciade em drogas para gerenciar a saúde, este é o motivo de tanta doença no municipio. Fora maconheira!

    ResponderExcluir
  5. Os Professores da rede municipal de Marituba estão mais uma vez com os seus salários atrasados. A Prefeitura ainda não pagou o mês de fevereiro/2012 ocasionando problemas sérios para a categoria.
    Isso é total descaso, não se admite atrasar o pagamento de trabalhadores quando se sabe que o recurso existe, esses profissionais trabalharam, na realidade não existem Justificativas.
    SENHOR PREFEITO PAGUE NOSSO SALARIOS DO MÊS DE FEVEREIRO/2012

    A esculhambação é tão grande na Educação que ainda continua professores fora de sala de aula com a conivencia do próprio governo, seja ele Estadual ou Municipal como é o caso de DE Marituba. a prova da falta de capacidade dos gestores ,que fazem de uma secretária de educação moeda de troca de apoio politico,e que alugam prédios babilonicos para ser a sede,e que deixa faltar merenda,e deixam as escolas sem estrutura fisica para o seu funcionamento,e pagam salário de miseria a seus profissionais.

    SENHOR PREFEITO: BERTOLDO COUTO, PAGUE NOSSOS SALÁRIOS DO MÊS DE FEVEREIRO/2012.

    ResponderExcluir
  6. Eh rapá esse Prefeito é um ladrão, pagando aquele marginal de Joaquim Campos pra não falar mal dele na TV, sem contar que Marituba estã entregue as drogas tanto por esse prefeito ae quanto aos seus vereadores, Esse tal de Vereador Gordo já foi é preso por Tráfico de drogas e os imbecis ainda votam nele!

    ResponderExcluir
  7. a voce nao sabe o que esta falando abestado!!!!!!

    ResponderExcluir
  8. voce nao sabe o que fala tu e um abestado!!!!!

    ResponderExcluir