sexta-feira, 24 de maio de 2013

Domingo! O Portal publica uma entrevista com a Dona Vera Bíscaro, presidente da APAE!

No domingo o Portal publica uma entrevista com a Dona Vera Bíscaro, presidente da APAE, ela vai falar tudo sobre o crime que o Governo de Elivan Faustino do PMDB fez com os portadores de deficiência de Marituba, mostraremos fotos e documentos que comprovam essa calamidade do Governo do PMDB de Elivan Faustino Barbalho Lima!
Você não perde por esperar! É Domingo!

AVALIAÇÃO

2 comentários:

  1. O PMDB ´e assim.

    Se estão "chocados" com o CNJ,
    olha essa aí Leitores, com relação ao CNMP:

    Retirado do Blog do Barata.

    "CNMP – Nelson Medrado sob a Lei da Mordaça".

    Quantas Prefeituras não estão nessa mesma Situação e o TCM será que não sabe???.

    Aqui na Prefeitura de São João de Pirabas, tem 8 Advogados, sendo Tres deles prestando Serviços na Cidade de Belém junto aos Órgãos de Fiscalização (TCM, MP/PA).


    Comentário de Lindolfo Mendes:

    Ridículo, enquanto isso em Parauapebas temos um MP que a inércia agrada aos políticos da mais rica cidade do Pará!

    Nelson Medrado é a referência do MPPA que trabalha!
    _________________
    Inércia do Ministério Público na cidade mais rica do Pará é denunciada ao Conselho Nacional
    Em Parauapebas: contratação suspeita de um advogado, sem licitação, por cifras que podem chegar a R$ 160 milhões, não desperta interesse do MP que mantém a investigação nas gavetas



    Jáder Alberto Pazinato foi contratado pelo prefeito DARCI LERMEN nos idos de 2006, às escondidas, nem o Tribunal de Contas dos Municípios do Pará conhecia a contratação, apenas em 2012 é que este Tribunal cadastrou o referido contrato, mas estranhamente, num evidente conluio entre gestor público fiscalizado e órgão fiscalizador, o TCM limitou-se a multar o prefeito Darci, quando deveria ter negado eficácia ao suspeito contrato e acionar o Ministério Público para apurar eventuais irregularidades.

    Como um contrato que envolve o pagamento de R$ 160 milhões não tem qualquer rigor na análise dos seus termos pelo órgão fiscalizador, como um município assume um compromisso de R$ 160 milhões e o TCM é assim, tão negligente?

    Quando a contratação do advogado PAZINATO pelo município de Parauapebas é narrada, por esse Brasil afora, o espanto é geral, perplexidade que aumenta quando acrescenta-se o fato de que o Ministério Público local tem conhecimento e até abriu uma procedimento administrativo, mas nunca, nesses 2 anos, noticiou qualquer medida efetiva para investigar a suspeita pactuação.

    Pois bem, agora a inércia ministerial foi denunciada no Conselho Nacional do Ministério Público, onde os cidadãos parauapebenses esperam ansiosamente que a situação tenha um solução definitiva e legal, com a devida responsabilização de todos os envolvidos.

    Foi requerido ao Conselho Nacional do Ministério Público os nomes do promotores que passaram em Parauapebas e que deveriam ter atuado no caso, requereu-se ainda que seja relatados os atos que cada promotor efetuou no procedimento investigatório que foi aberto em agosto de 2011.

    Mas não é apenas essa investigação que dormita nas gavetas do MPPA envolvendo políticos da cidade mais rica do Pará, tem mais, noutras sequer o MPPA se dignou a instaurar qualquer procedimento.
    _________________________

    http://soldocarajas.blogspot.com.br/2013/05/inercia-do-ministerio-publico-na-cidade.html

    ResponderExcluir
  2. Agora que eu quero ve se ,o elivan vai ajuda os moradores do canaa e elhes votaram pra ele

    ResponderExcluir