segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Marituba Violenta

Assaltos a Banco, Assaltos a farmácias, a comércios, mercados, escolas e a população em geral!
Marituba além de desfrutas nas listas dos piores índices de qualidade de vida do Brasil, ainda enfrenta a violência de forma exagerada.
Festas, onde o consumo de drogas é rotineiro, áreas vermelhas onde a polícia nem ao menos tem coragem de chegar,  Crime Organizado, não adianta aqui apenas noticiar o crime, é preciso gerarmos um verdadeiro debate sobre a política de Paz que Marituba merece.
A nova gestão tem o dever de garantir políticas publicas que garantam a segurança de forma imediata mas que também busque a prevenção da violência, a violência em casa, violência nas escolas, contra as mulheres, contra as minorias, combater e prevenir o uso e venda de drogas.
Em uma cidade de vida Boêmia como Marituba, em que os pais trabalham em Belém o dia todo e os filhos ficam em maioria sozinhos a mercê de tudo que é tipo de abuso e violência, um gestor público, deve olhar com extremo cuidado e de forma quase que científica para o grave problema que é a violência, é bom lembrar que violência não é só assalto a farmácias e bancos, a maioria dos atos violentos acontecem dentro dos muros das residência, a pedofilia, a violência doméstica, o consumo de drogas tudo isso, acontece nas casas, dos nossos vizinhos, quem sabe até mesmo em nossas casas, dai, sair de dentro das residências e ir para as ruas, é só questão de tempo, ou vocês acham que a maioria dos assaltos que ocorrem tem que finalidade? Pagar o boleto da Y.Yamada é que não é!
A maioria dos crimes, assaltos e roubos ocorrem justamente para financiar o vício, portanto, o assunto não é tão simplista assim, é fácil tolerar o amigo classe média que usa droga e que trafica na Escola Particular, mas não se tolera o negro favelado, que rouba para alimentar o vício, depois que o mesmo foi renegado pela sociedade toda, e só encontrou aconchego nas Drogas!

AVALIAÇÃO

0 Comentários:

Postar um comentário