segunda-feira, 9 de setembro de 2013

O famoso chute no ....

Um médico denunciar outro médico, um preso denunciar outro preso, um aluno denunciar outro aluno, ninguem gosta, quem gosta de X9?
Nesse curto período eleitoral e curto período de governos interinos, algo que vai marcar sem duvida nenhuma é uma atitude que, com certeza, terá conseqüências futuras, a traição!
O Ex Prefeito Bertoldo Couto sempre diz "...Eu não me preocupo com quem me trai, porque agente vai se esbarrar lá na frente..." de certa forma, BC tem razão, a roda gigante política em Marituba gira muito rápido, e por incrível que parece, no meio político, se aceita quase que tudo, menos pessoas que não cumprem acordos, que traêm, isso porque, na formação de chapas, é normal se fazer acordos, para a composição de bancadas, espaços políticos, coligações e formação partidária, tudo normal, algo que acontece em todos os países democráticos do mundo, e em Marituba, não seria diferente.
Mas, quem vai querer compor, ou mesmo, se agregar a alguem que tem uma fama de Traidor, de não cumpridor de acordos, ou mesmo, alguem que já foi pego enfiando faca nas costas de um aliado???
Caso recente, eleição da Mesa diretora da Câmara Municipal em Janeiro de 2013, afinal, dessa eleição desencadeou um processo que resultou na cassação do Mello, Ex vereador e Ex Prefeito Interino. Todos sabem como o processo foi gerado, quem o gerou, e qual a antiga ligação que tinham, o Traido e o Traidor.
Não queremos aqui discutir o mérito do processo, se Mello é ou não culpado, não é esse o objetivo deste Artigo.
Mas, para alguem que pretende um dia ser Candidato a Prefeito, iniciar sua carreira política já comprando uma briga dessas, "Sei Não" ou vocês acham que o Mello vai deixar isso barato?
Vejam por exemplo a dificuldade que em 2012 alguns políticos tiveram para fazer suas composições, alguns nem tiveram condições de sair candidatos a Prefeito mesmo pontuando nas pesquisas, e isso porque, porque eram conhecidos em Marituba como não cumpridores de acordos, ai, caros leitores, não tem jeito, todos falam mau dos partidos políticos, porém, por mas que um político tenha uma boa aderência junto ao eleitorado, só poderá ser candidato se for pelo Partido Político, afinal ninguem é candidato de si mesmo, e ainda, só pode ser candidato com possibilidade real de vitória, se aglutinar junto a si, uma boa base partidária e de lideranças, mas quem se alia com "pessoas ou políticos sem palavra", ou mesmo, políticos que sejam de personalidade instável, ou mesmo, políticos que prometem a mesma coisa para mais de uma pessoa, ou grupo político, ou mesmo partido.
Vamos aqui usar uma metáfora, os presos nas penitenciárias, não toleram traidores, X9, eles tem um tratamento especial para esse tipo de gente, e na política não é diferente, atitudes assim, são geralmente tomadas por políticos afoitos, com prazo de validade curta, por mais em ascensão que pareçam estar, utilizam da traição, da calúnia ou mesmo do denuncismo, para aparecerem para seus eleitores ou mesmo são apenas bodes expiatórios de seus mentores, que sempre ficam taciturnos e escondidos, e nunca aparecem, como diz o ditado " Todo o Puxa Saco Sai Como Ladrão", no Brasil, um mandato político dura 04 anos, com exceção dos Senadores, que tem mandato de 08 anos, mas fora esta exceção, um mandato é de certa forma curto, e quem bate geralmente esquece, mas quem apanha, fica ali, esperando a hora certa de bater, de se encontrar com seu arque inimigo, muitos confundem, a denúncia fundamentada, com base a apoio popular, com o denuncismos único e exclusivo para se dar bem a curto prazo na política, olhe um exemplo de alto grau.
Lula pregou o denuncismo a Collo, e menos de 10 anos depois, foi beijar sua mão, para ter o seu apoio no estado de Alagoas" Que feio pro Lula!
Agora imagina em Marituba,  que as cosias acontecem de ano a ano!

AVALIAÇÃO

4 comentários:

  1. Bacu, pode esperar que a tua hora vai chegar

    ResponderExcluir
  2. O Chega de MAU-caráter, o povo ta junto com Junior Amaral o FUTURO de MARITUBA!!!

    ResponderExcluir
  3. Como é que pode! Quer dizer que se um médico cometer um erro, outro profissional da mesma área tem que se calar e ficar omisso diante deste erro? Ser ético é ter bom senso e não individualista, o pensamento coletivo não pode ser "Como não foi comigo ou não me atinge vou fingir que não vejo". Na politica é da mesma forma um politico no caso o VEREADOR tem que fiscalizarão só o executivo mais também os seu colegas de mandato pois do contrário a corrupção só se propaga cada vez mais. A maior parte dos mandatários não só de nossa cidade sustentam seus cargos eletivos quase que “eternos” com dinheiro público, corrupção, etc...

    O Portal de Marituba deixou de ser um meio de comunicação neutro pra ser capacho! A respeito dos vereadores que estão envolvidos neste epsodio deixo esta frase:

    “Vai ser a concorrência do Diabo com o Demônio, e o vencedor será o Inferno.”
    ―Leonel Brizola

    ResponderExcluir