quinta-feira, 7 de julho de 2011

Olho vivo para evitar ação dos gatunos de julho (DOL)


Olho vivo para evitar ação dos gatunos de julho (Foto: Adauto Rodrigues)
Com a chegada das férias, muitas famílias se animam para tirar um período de folga e descansar da agitação da cidade, ou mesmo ir atrás da badalação e dos agitos nos balneários do Pará. Neste período do ano, especialistas da polícia recomendam alguns cuidados extras para que nada atrapalhe a viagem ou o sossego em casa.
Para garantir uma viagem segura, o delegado João Bosco, diretor de Polícia Especializada na Polícia Civil do Pará, informa que os primeiros cuidados para quem vai viajar devem ser com o trânsito. “Evitar ingestão de bebidas alcoólicas e fazer uma revisão no carro são essenciais para garantir tranquilidade. Quanto à segurança do cidadão, estamos com nosso efetivo em 24 localidades do Estado”, destaca.
Para aqueles que ficam em Belém, o delegado atenta para as saídas noturnas. “Apesar de estarmos com o contingente policial reforçado nas ruas de Belém, é preciso tomar alguns cuidados. Evitar andar em ruas escuras e desertas. Caso perceba algo suspeito, tentar se afastar do local”.
O estudante Antônio Carlos, 26 anos, morador da ilha do Mosqueiro, já foi assaltado no período de férias. “Depois do roubo, decidi andar só com o dinheiro essencial e a cópia da identidade”, conta. Durante o primeiro fim de semana das férias escolares foram registradas mais de 80 ocorrências de furtos e roubos só na Região Metropolitana de Belém, e ainda dez homicídios. O major Leno Carmo, assessor de comunicação da Polícia Militar, destaca: “Furto é a mesma coisa que o roubo, porém não existe a violência, ou a grave ameaça. Em linhas gerais, o roubo seria a modalidade violenta do furto”. 

AVALIAÇÃO

0 Comentários:

Postar um comentário