sexta-feira, 15 de março de 2013

Uma guerra sem batalha!



                                               Imaginemos:
Você é um soldado, em sua casa, e derrepente "Um Capitão" lhe chama para uma guerra.
Você como um bom soldado faz alguns questionamentos ao dito "Capitão":
-Vai haver mesmo a guerra? Não sabemos Doutor.
-Se houver, quando começa? Não sabemos Doutor.
-Se houver e quando começar, quem vamos defender? Não sabemos Doutor.
-Se houver, quando começar e quando tivermos quem vamos defender, lutaremos contra quem? Não Sabemos Doutor.
- Então, se não tem certeza que a guerra vai mesmo acontecer, quando vai começar, contra quem vamos lutar e por quem lutaremos, então porque devo ir com você a guerra?
"O Capitão" responde:
"Porque eu sempre gostei de uma boa guerra e mesmo quando ela existe, eu invento uma."
Se o soldado for inteligente, ele prefere ficar em casa e ao menos esperar a guerra ser confirmada, para então ele se aventurar em uma bandeira no campo de batalha junto com um bom Capitão.
Se for um soldado afoito e/ou amador, o que não é raro, ele vai para algum lugar seguir esse "Capitão", e esse lugar pode nem ser a guerra.

AVALIAÇÃO

Um comentário:

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, vcs são humoristas???? Gente!!!! Não tem mais jeito, o Elivan é o futuro prefeito de Marituba, não adianta querer cobrir o sol com a peneira, pode vir a mulher do Mario, a do Mello, a do Antonio Armando, o prefeito é o Elivan. Obrigado, vcs me fazem rir muito com essa agônia de vcs.

    ResponderExcluir